Quando Cai o Raio - Meg Cabot

Páginas: 210
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Série: Desaparecidos
Onde comprar: Cultura | Saraiva | Better World Books
Nota: 9,0








Jessica Mastriani não é que nem aquelas garotas certinhas que vemos (ou lemos) em outros livros. Ela vive na detenção por, principalmente, bater nos garotos que a provocam. Sua melhor amiga, Ruth, foi xingada de gorda por um garoto, então, convidou jessica para voltar para casa a pé com ela, para perder algumas calorias. Apesar da tempestade que estava para vir.

No caminho, quando começa a chover granizo, Ruth e Jessica se escondem debaixo da arquibancada da escola que, por acaso, é de metal. Logo, Jessica é atingida por um raio. E, para sua surpresa, em vez de ser chamuscada ou morta, ela se sente elétrica e feliz. Ao chegar em casa, seu irmão diz a ela que quem é atingido por um raio, fica com duas cicatrizes: uma por onde o raio entrou, e outra por onde ele saiu. O problema é que Jessica só tem uma cicatriz. Será possível que o raio ficou dentro dela?

No dia seguinte, ao acordar, ela de repente sabe onde as crianças desaparecidas - aquelas que aparecem atrás da caixa de leite - estão. Nisso, ela começa a ligar para o disque-desaparecidos inúmeras vezes, pensando estar fazendo o bem. Mas claro que as autoridades ficam desconfiadas, e logo vão atrás de Jessica.

Bom... Meg Cabot, né? Vocês conhecem, raramente decepciona! E Quando Cai o Raio também não decepcionou. Achei a historia bem criativa, e, como sempre, engraçada. Admito: não gostei taanto assim da Jessica, nem de seu pretendente . Mas acho que a historia foi muito bem desenvolvida, eu li bem rápido, em menos de um dia. E amei.

Recomendo bastante o livro. Uma pena que demorou para lançar no Brasil, só espero que os próximos volumes saiam logo. Sabe como é... às vezes, eu fico bem impaciente e compro em inglês mesmo. Mas... não fica bonito na estante! Hahaha.

Sobre a capa do livro, sinceramente, não gostei a capa. Por mim, a Record poderia ter mantido a capa original, bem mais bonita. Só espero que continuem publicando a série com base nessa primeira capa, porque senão... aquele lance de ficar bonito na estante =)

5 comentários:

gabriella RK disse...

me interessou bastante este livro,quero ler

Li Um Livro disse...

Ainda não li nenhum livro da Meg Cabot...
Esse foi um dos que me interessou, apesar de já ter lido algumas críticas negativas. =/
Também não gostei muito da capa não. haha
Adorei a resenha, me animou um pouco mais pra ler. =)
Beijos!

Naniedias disse...

Esse livro parece muito bom \o/
Confesso que só li um livro da Meg Cabot até hoje e que não gostei muito não... mas todos falam tão bem dela que tenho vontade de ler algum outro =)

Carolina disse...

Confesso que apesar de curiosa, não to com AQUELA vontade de ler... pelo menos não ainda! É dificil resistir aos livros da Meg. Já conseguir reconhecer aquela escrita leve e deliciosa dela nas primeiras linhas é uma sensação incrivel haha
Adorei a resenha, não sabia muito sobre o livro.

Beijos xx

O Mundo escuro de Morringhan disse...

Esse livro é daqueles que ganham o coração de muitos e o desinteresse de outros tantos. Pelos menos é o que tenho percebido nas resenhas até agora que li sobre o livro. Muita gente elogiando, mas muitas outras, que não criticam, mas também não elege ele como um dos melhores da escritora.Bem...eu ainda não li nada da Meg então tenho curiosidade, se surgir a oportunidade leio esse.

kisses ^_^

Postar um comentário

Comentários sempre ajudam o blog a crescer. Obrigada por comentar! =D
Lembrando que comentários ofensivos, que não tenham a ver com o assunto do post ou com propaganda serão apagados. Não se preocupe, se seu comentário tiver alguma pergunta, ou dúvida, whatever, ele será respondido =)


up